Desde pequena eu sempre gostei de guardar o que eu sentia, o que eu fazia, tudo tudo tudo. Por isso, eu sempre tinha meus diários, caderninhos de anotação, cadernos de desenho, cadernos de tudo imaginável. E tudo isso me levou a uma coisa: uma caixa cheia de cadernos, uma caixa cheia de desenhos, outra cheia de fotos, outra cheia de cartas… Enfim.

Mas, por mais que a pessoa pense de vez em quando “meu deus quanta quinquilharia, vou jogar tudo fora” eu nunca faço isso. Porque tipo: não:

Acho que está entre as coisas mais nostálgicas e engraçadas ler meus diários antigos e ficar tipo “meu deus, como eu era besta, como eu me importava com umas besteiras”.

Tudo isso me faz pensar em como o que pode estar me preocupando tanto hoje, daqui a uns cinco anos pode ser que eu leia e morra de rir.

Mas não é só isso que eu guardo. Eu guardo tickets, ingressos, fotos, t u d o.

Enfim, eu sei que esse post foi BEM aleatório, mas eu só queria dizer pra vocês guardarem esses pequenos pedacinhos da vida de vocês, pois é algo muito especial.

Enfim, só isso 🙂

Anúncios